top of page

Telma Scherer em dose dupla

Escritora catarinense publica dois livros simultaneamente na Terra Redonda


Surpreendente e talentosa como costuma, Telma Scherer brinda os leitores da Terra Redonda com dois livros simultâneos: o romance Memórias dos meus cios e o livro de poesia Oponente + Isto, composto de duas partes com vidas próprias.


Os dois novos livros têm design baseado no projeto da artista gráfica Tina Merz, desenvolvido para os dois outros livros da autora publicados na Terra Redonda em 2019: Squirt e O sono de Cronos. As imagens que ilustram as capas são detalhes de telas da própria Telma Scherer. Professora de literatura brasileira na Universidade Federal de Santa Catarina, Telma gosta de rock e de jazz, faz dança contemporânea e tem trabalhos na área da pintura e da poesia expandida.



Memórias dos meus cios é um romance no qual uma mulher bissexual sem nome relembra múltiplas (e complexas) relações da sua vida amorosa, marcada pela quebra das convenções sociais que pautam os estereótipos do amor e do prazer. Em uma sequência de encontros sexuais e desencontros românticos, ela vivencia a solidão de quem não consegue se enquadrar nos padrões pré-estabelecidos e vive uma eterna busca por afeto, que não economiza ninguém. Narrado em fragmentos, o romance explora a visualidade da página, propondo uma leitura cujo fluxo veloz alterna momentos de saltos com a narração de detalhes mínimos, salientando o caráter físico da experiência da memória.



Composto por duas partes independentes, Oponente + Isto explora o tema do amor e das relações entre homens e mulheres através de abordagens distintas. Em Oponente, um eu lírico objetivo e distanciado, mas também carregado de ironia, denuncia o comportamento masculino, situando o machismo nas vilezas naturalizadas, como se não houvesse amor nas relações. Já em Isto, pelo contrário, é a complexidade da paixão vivida no corpo e em seus gozos que se desdobra em imagens. Um conjunto marcado pela musicalidade e pelo tom simbolista-surrealista que comparece em outros livros produzidos pela autora, como Squirt, e evoca referências ao poema de Maiakovski, Sobre isto, além da tapeçaria A dama com o unicórnio, para ressuscitá-los em 2020, durante o período de confinamento vivido nos primeiros meses de pandemia da Sars-Covid.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page