top of page

A libido de quem passou dos 60 anos

Livro de Tania Celidonio, escrito a partir de uma pesquisa na internet com 250 homens e mulheres, torna visíveis as relações de quem envelheceu


Neide Martingo


A velhice chega para todos. Mas ter passado dos 50, 60 anos, leva os que estão nessa idade a um universo paralelo. Essas pessoas convivem com o preconceito em várias áreas da vida – inclusive quando os assuntos são sexualidade e libido.


A jornalista e escritora Tania Celidonio está lançando o livro Mistérios e Aflições da sexualidade na velhice, pela Terra Redonda. Segundo ela, o tema é pouco conversado ou discutido. “Imagine então os mistérios e aflições que fazem parte do processo de envelhecimento”, detalha a escritora.


Muitos dos textos de Mistérios e Aflições da sexualidade na velhice foram escritos para a peça teatral Só acaba quando termina - crônicas do desejo na velhice. Eles foram inspirados numa pesquisa sobre sexo e envelhecimento feita por Tania Celidonio na internet entre setembro de 2017 e fevereiro de 2018.


Nesse período Tania recolheu, nas redes sociais, uma narrativa estruturada por 250 depoimentos de homens e mulheres a partir dos 60 anos de idade. O livro, portanto, é uma tentativa de tornar visível esse universo de relações afetivas e sexuais das pessoas nessa faixa etária.


“Quando o assunto aparece nos meios de comunicação é quase sempre interpretado e analisado sob a perspectiva de especialistas, sejam eles médicos, geriatras, psicólogos ou outros profissionais que trabalham com essa faixa etária. Os personagens em si permanecem à sombra, embora cada vez menos discretos e mudos”, diz Tania.

O lançamento será feito em São Paulo (11 de novembro) e no Rio de Janeiro (25 de novembro). Rodas de conversas sobre os temas abordados no livro também acontecerão nos eventos.


Em São Paulo estão confirmadas as presenças da psicanalista e jornalista Maria Rita Kehl, do psiquiatra e professor Alfredo Simonetti e das escritoras Blanche de Bonneval e Isabel Dias.


No Rio vão participar a atriz Anja Bittencourt e o produtor Roy Peres, que farão leituras de textos do livro e da peça online Só Acaba Quando Termina - Crônicas do desejo na velhice.



Sobre a autora

Tania Celidonio tem 70 anos. Foi repórter, redatora, roteirista e diretora de programas de rádio e TV. Em 2018 lançou o livro digital "Mistérios da Libido na Velhice", resultado de uma pesquisa sobre sexo e desejo na velhice. Em 2020 escreveu o texto do espetáculo online "Só Acaba Quando Termina - Crônicas do Desejo na Velhice". No mesmo ano publicou o livro "Ela, Eles e Todos Nós", relançado em 2022, com histórias familiares destoantes da vida que se costuma definir como normal.


Roda de conversa | lançamento do livro Mistérios e Aflições da sexualidade na velhice, da jornalista Tania Celidonio

São Paulo

11 de novembro, a partir de 17 horas

A Escrevedeira - R. Isabel de Castela, 141 - Vila Madalena, São Paulo.

Participarão da roda de conversa a psicanalista e jornalista Maria Rita Kehl, o psiquiatra e professor Alfredo Simonetti e as escritoras Blanche de Bonneval e Isabel Dias.


Rio de Janeiro

Lançamento dia 25 de novembro, sábado

a partir de 16 horas

Hilário Livraria (Sebo do Hilário).

Endereço: Beco do Inácio, 12 (Largo da Prainha) - Saúde - Rio de Janeiro.

Participarão da roda de conversa a atriz Anja Bittencourt e o produtor Roy Peres, que farão duas ou três leituras de textos do livro e da peça online Só Acaba Quando Termina - Crônicas do desejo na velhice.


____________

Neide Martingo é jornalista e consultora de comunicação.

61 visualizações0 comentário
bottom of page